Deixe um comentário

Tribunal britânico confirma morte de Amy Winehouse gerada pro abuso do álcool

Um tribunal britânico confirmou, nesta terça-feira, 08/01, que a cantora Amy Winehouse morreu acidentalmente por abusar de álcool após ter passado por um período de abstinência. Amy foi encontrada morta aos 27 em sua casa, em julho de 2011.

A investigação sobre a morte da britânica teve que ser reaberta desde que a juíza que presidiu a primeira averiguação foi demitida do cargo por falta de qualificações necessárias.

A legista Shirley Radcliffe afirmou que a cantora “consumiu álcool de forma voluntária, um ato intencional que tomou um rumo inesperado e causou sua morte”.

Radcliffe explicou que Amy continha uma quantidade de álcool no sangue acima do nível considerado perigoso e suficiente para afetar o sistema nervoso central de forma que o paciente “durma e não acorde mais”.

O pai da britânica, Mitch Winehouse, não estava presente no tribunal quando o resultado da segunda investigação foi anunciado.

As informações são do Cifra Club News.

Sobre Marcelo Henrique

"Entre no The Breakout e fuja desse mundo tão real."

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: