Deixe um comentário

Christina Aguilera concede entrevista à revista “Advocate” e fala mais sobre o álbum “Lotus”

Christina em promoshoot para a BillboardA revista “Advocate” publicou no decorrer desta semana uma pequena entrevista com Christina Aguilera. A matéria, sem novas fotos para acompanhar, envolveu um pouco de “Lotus” e um pouco do apoio que ela dá e recebe do público homossexual – que é o público alvo da revista. Abaixo, confira o bate-papo traduzido:

Eu adoro você ter escolhido “Your Body” como primeiro single, e você está incontrolável naquele clipe! Existe uma ambiguidade no nome da música, voltada para todos os tablóides que falam do seu corpo? “Na verdade, a mensagem é mais leve, é para brincar com os caras que usam as mulheres. Aqui, a mulher teve a vantagem e se vingou de uma forma bem brincalhona. A música não foi feita para mandar nenhuma mensagem profunda, é só pra divertir”.

Você usa imagens de Lucille Ball naquele clipe. Por que ela? “Eu a amo! As pessoas não aceitam o fato de eu amar muito seriados antigos. Eu acho aquele estilo e até mesmo os roteiros muito engraçados e relaxantes. Quando dizem que eu a lembro é um grande elogio para mim”.

Você gravou o álbum ao mesmo tempo que filmou “The Voice”? Como balanceou isso tudo? “Sim, gravei e ainda fui uma mãe para Max. Assim como acontece com todas as mães que trabalho, é um desafio e por isso é importante que eu tenha um estúdio em minha casa. Eu posso filmar ‘The Voice’, voltar para casa, colocar Max para dormir e então ir gravar o álbum”.

Você trabalhou com Sia e Cee Lo Green neste álbum. Pode falar mais sobre essas colaborações? “Eu admiro muito a Sia, trabalhei com ela em ‘Bionic’. Ela fala baixinho, é uma compositora muito talentosa e reflexiva, além de me desafiar a fazer sons mais calmos e crus com minha música.  Já Cee Lo é muito divertido, quando eu ouvi os trechos-chave de ‘Make The World Move’, só consegui escutar uma voz cantando aquelas frases – a de Cee Lo”.

Você disse que esse álbum é sobre auto-expressão, liberdade e o retorno às suas raízes. Você acha que havia se afastado disso? “Nunca, mas quem eu sou muda com cada álbum. Assim como qualquer um, eu cresço, evoluo, vivo novas experiências que mudam quem eu sou, e em cada álbum que eu faço, demonstro essas mudanças sobre quem sou eu naquela época. A mulher que eu me tornei”.

Eu gosto de “Army of Me”, aquele conceito de se erguer mais forte e não se deixar abalar. Essa ideia faria um grande hino LGBT. “Eu realmente me sinto desse jeito, como se eu tivesse um exército meu – de pessoas que não são compreendidas ou não se encaixam em nenhum molde, mas também merecem uma voz. Eu queria que essa música significasse isso para eles”.

Você tem muito fãs da comunidade LGBT. Por que você acha que isso acontece? “Não conseguiria agradecer todo o apoio que a comunidade me dá. Mesmo quando eu achei que não conseguiria mais continuar, eles me ajudaram e me deram apoio. Acho que todos nós nos conectamos bem e por isso eu sempre estarei com uma dívida”.

Você tem muitas amigas lésbicas na sua vida? Eu sei que os tabloides tentaram culpá-las pelo seu divórcio. “Eu não sei nem me importo com o que os tabloides dizem. Eu tenho um pequeno grupo de pessoas próximas em quem confio muito e sempre conheci – alguns são gays, outros não. Para mim, são apenas amigos próximos”.

“Let There Be Love” foi inspirada em alguém especial? “Não, é apenas uma música leve, sem compromisso. Me lembra um pouco das músicas dance dos anos 80”.

Outra música, “Circles”, é adorável e agressiva, um tipo de “dedo do meio” para todo mundo. É o reflexo de se importar menos com o que os outros pensam na medida em que você envelhece? “Eu nunca me intimidei na hora de falar o que penso e eu espero que isso nunca mude”.

As informações são do I Love Aguilera.

Sobre Marcelo Henrique

"Entre no The Breakout e fuja desse mundo tão real."

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: